Contenido principal del artículo

Sônia da Cunha Urt
Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Brasil
http://orcid.org/0000-0002-0309-3498
Biografía
Célia Beatriz Piatti
Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Brasil
http://orcid.org/0000-0002-2733-8218
Biografía
Joelci Mora Silva
Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Brasil
http://orcid.org/0000-0003-4862-4245
Biografía
Solange Izabel Balbino
Brasil
http://orcid.org/0000-0002-4311-8506
Biografía
Vol. Extr., núm. 11 (2017) - XIV CIG-PP, XIV Congreso Psicopedagogía. Área 11: NECESIDADES EDUCATIVAS ESPECIALES, páginas 173-178
DOI: https://doi.org/10.17979/reipe.2017.0.11.2697
Enviado: jul 15, 2017 Aceptado: dic 13, 2017 Publicado: dic 17, 2017
Derechos de autoría Cómo citar

Resumen

O principal objetivo deste trabalho é propor reflexões acerca das políticas para educação inclusiva de alunos(as) com necessidades educativas especiais. Provém do estudo de dissertações defendidas entre 2003-2017 nos cursos de mestrado em Psicologia em Mato Grosso do Sul, e compõe os estudos da pesquisa "Políticas Educacionais e Formação: Produção, Projetos e Ações de Educação e Psicologia". A Teoria Histórico-cultural embasou as análises realizadas. Consideramos que a interface entre Psicologia e Educação auxilia no estabelecimento e manutenção dos direitos de todos(as) ao atendimento de específicas necessidades educacionais, já que entende a educação como principal atividade para o desenvolvimento cognitivo.

Detalles del artículo

Referencias

Dazzani, M. V. M.(2010). A psicologia escolar e a educação inclusiva: uma leitura crítica. Revista Psicologia, Ciência e Profissão, n. 30, v. 2, p. 362 375. Disponível em: <http://pepsic.bvsalud.org/pdf/pcp/v30n2/v30n2a11.pdf>. Acesso em 08 de julho de 2017.

Escobar, C. S.(2004) As influências da equitação terapêutica no desenvolvimento de crianças e adolescentes com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade. 244f. Dissertação (Mestrado em Psicologia). Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande, Brasil. Disponível em: <http://site.ucdb.br/public/md-dissertacoes/8204-as-influencias-da-equitacao-terapeutica-no-desenvolvimento-de-criancas-e-adolescentes-com-transtorno-de-deficit-de-atencao-e-hiperatividade.pdf >. Acesso em: 10 jul. 2017.

Sacristán, G. J. (2001). A educação obrigatória: seu sentido educativo e social; tradução: Jussara Rodrigues. Porto Alegre: ARTMED editora Ltda.

Soares, M; Maciel, F. (2000). Alfabetização. Brasília: MEC/Inep/Comped, (Série Estado do Conhecimento, 1).

Tannous, G. S. (2004) Inclusão do aluno com deficiência mental: experiências psicossociais dos(as) professores(as) da escola pública. Campo Grande, Brasil.. 185f. Dissertação (Mestrado em Psicologia). Universidade Católica Dom Bosco. Disponível em: <http://site.ucdb.br/public/md-dissertacoes/7745-inclusao-do-aluno-com-deficiencia-mental-experiencias-psicossociais-dos-professores-da-escola-publica.pdf>. Acesso em: 10 jul. 2017.

Urt, S. C. (2000). Psicologia e Educação: uma relação possível? In. URT, S. C. (org.) Psicologia e Práticas Educacionais. Campo Grande: Editora UFMS.

Vigotski, L. S.(2003). Psicologia Pedagógica. São Paulo: Artmed.

(Schilling, C. Trad.).

Vigotski, L. S. (2011). A defectologia e o estudo do desenvolvimento e da educação da criança anormal. Revista Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 37, n. 4, pp. 861-870, dez.. Disponível em: http://www.scielo.brscielo.phppid=S1517-97-97022011000400012&script=sci_arttext acesso em: 08 de jul. 2017.

Vygotski, L. S. (1997). Obras escogidas.. Tomo V. Madrid: Visor