Contenido principal del artículo

Theresinha Guimarães Miranda
Universidade Federal da Bahia - UFBA
Brasil
http://orcid.org/0000-0002-7762-7739
Biografía
Miguel Angel Garcia Bordas
Universidade Federal da Bahia
Brasil
Biografía
Vol. Extr., núm. 11 (2017) - XIV CIG-PP, XIV Congreso Psicopedagogía. Área 11: NECESIDADES EDUCATIVAS ESPECIALES, páginas 162-167
DOI: https://doi.org/10.17979/reipe.2017.0.11.2665
Enviado: jul 15, 2017 Aceptado: dic 13, 2017 Publicado: dic 17, 2017
Derechos de autoría Cómo citar

Resumen

          

Este artigo tem o propósito de questionar: como vem sendo realizada a avaliação dos alunos com necessidades educativas especiais? Quais as conquistas e desafios do processo de avaliação para a inclusão escolar? O objetivo do estudo é discutir as funções da avaliação na Educação Especial e seu impacto no sistema de ensino do município de Salvador, Bahia, Brasil. Dos resultados obtidos, pode-se concluir que existem dificuldades do professor no processo de avaliação para considerar as várias dimensões da avaliação e promover um atendimento educacional adequado à necessidade do aluno. 

Detalles del artículo

Referencias

ANACHE, Alexandra Ayach; MARTINEZ, Albertina Mitjáns (2007). O sujeito com deficiência mental: processos de aprendizagem na perspectiva histórico-cultural. In: JESUS, Denise Meyrelles de et al. (Org.). Inclusão, práticas pedagógicas e trajetórias de pesquisa. Porto Alegre: Mediação/Prefeitura Municipal de Vitória/CDV/FACITEC.

BRASIL. (1997) Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional: nova LDB. (Lei n. 9.394/96). Rio de Janeiro: Qualitymark.

BRASIL. (1999) Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: adaptações curriculares. Brasília: MEC/SEF/SEESP.

BRASIL (2001a). Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Básica. Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica. Parecer CEB. Relator: Kuno Paulo Rhoden e Sylvia Figueiredo Gôuvea.17 set. 2001a.

BRASIL (2001b). Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Básica. Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica. Resolução CNE/CEB n. 2/2001. Disponível em: htpp://www.mec.gov.br/ cne/ftp/ceb/ceb0201-doc. Acesso em: 06.03.2004.

BRASIL. CNE/CEB (2008a). Decreto nº 6.571, de 17 de setembro de 2008. Dispõe sobre o atendimento educacional especializado, regulamenta o parágrafo único do art. 60 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, e acrescenta dispositivo ao Decreto nº 6.253, de 13 de novembro de 2007.

Disponível em: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/storage/materiais/0000011729.pdf Acesso em: 30 abril de 2016.

BRASIL (2008b), Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência comentada. Brasília: CORDE.

CENP/SEESP (1994). Declaração de Salamanca e linha de ação sobre necessidades de Educação Especial. Brasília: Unesco/CORDE.

CAMPOS, T. M. OLIVEIRA A. A. S. (2005) Avaliação em Educação Especial: o ponto de vista do professor de alunos com deficiência. Revista Estudos em Avaliação Educacional, 16(31), 28.

FERNANDES, T. L. G. (2010) Avaliação da aprendizagem de alunos com deficiência: estudo documental das diretrizes, (dissertação de mestrado) Programa de Pós- Graduação em Educação Brasileira da Faculdade de educação (FACED) da Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, Ceará.

GALVÃO, N de C. S.S.; MIRANDA, T.G. Avaliação e Atendimento Educacional Especializado: perspectivas na Escola Inclusiva. In: MENDES, E. G.; CIA, F. e D’AFFONSECA, S. M. (Org.). Inclusão Escolar e a Avaliação do Público-Alvo da Educação Especial. São Carlos: Marquezine & Manzini: ABPEE, 2015. p. 213 – 238.

LUCKESI, C. C. (2008) Avaliação da aprendizagem escolar: estudos e proposições. 19 ed. São Paulo: Cortez.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. (2011) Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Documento elaborado pelo Grupo de trabalho nomeado pela Portaria n° 555/2007. Brasília, jan. 2008. Disponível em: http://portal.mec.hov.br/pdf/politicaeducespecial.pdf. Acesso em 15 maio 2016.

OLIVEIRA, A. A. S.; POKER, R.B. (2003) Educação inclusiva e municipalização: a experiência em educação especial de Paraguaçu Paulista. Revista Brasileira de Educação Especial, v.8, n.2.

OLIVEIRA, A. A. S.; LEITE, L. P. (2000) Educação inclusiva e as necessidades educativas especiais. In: MANZINI, E. J. Educação especial: temas atuais. Marília: UNESP.