Contenido principal del artículo

Maria Celeste de Sousa Lopes
Universidade Portucalense /IESFAFE- Instituto de Estudos Superiores de Fafe
Portugal
http://orcid.org/0000-0001-8176-5934
Biografía
Ana Isabel Marques
Bruno Marques
Claudia Salgado
Vol. Extr., núm. 11 (2017) - XIV CIG-PP, XIV Congreso Psicopedagogía. Área 11: NECESIDADES EDUCATIVAS ESPECIALES, páginas 101-105
DOI: https://doi.org/10.17979/reipe.2017.0.11.2454
Enviado: jul 14, 2017 Aceptado: dic 13, 2017 Publicado: dic 17, 2017
Derechos de autoría Cómo citar

Resumen

Atualmente verifica-se uma evolução do sistema educativo português, no sentido de tornar as escolas públicas verdadeiras comunidades educativas de inclusão, onde todos os alunos têm iguais oportunidades de aprendizagem. . A presente comunicação resulta  de  um  estudo conduzido com o intuito de conhecer as percepções/atitudes dos pais com filhos com necessidades educativas especiais face a uma educação inclusiva.

 

 

 

Detalles del artículo

Referencias

Coelho, R. (2010). NEE: Inclusão e relação escola-família. Dissertação de Mestrado apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa, Lisboa, Portugal.

Correia, L.M. (2013). Inclusão e Necessidades Educativas Especiais. Um guia para educadores e professores. Porto: Porto Editora.

Costa, M. (2004). A família com filhos com necessidades educativas especiais. In: Journal of Education, Technologies, and Health, vol.9, nº30, pp.75-100.

Dessen, M.; Polonia, A. (2007). A Família e a Escola como contextos de desenvolvimento humano. In: Revista Paidéia, vol.17, nº36, pp.21-32.

Figueiredo, M. (2015). Atitudes e perceções de pais e filhos perante a inclusão, nas escolas de Angra do Heroísmo. Dissertação de Mestrado apresentada à Universidade Fernando Pessoa, Porto, Portugal.

Matos, E.; Novais, L.; Magalhães, P.; & Dias, C. (2015). Perceção dos pais em relação à inclusão de crianças com Necessidades Educativas Especiais no ensino regular. In: Revista Educação Especial, vol. 28, nº 52, pp.443-457.

Miranda, P. (2012). Bem-estar psicológico, stress parental, qualidade de vida e suporte social: Um estudo com pais de crianças portadoras de Paralisia Cerebral. Dissertação de Mestrado apresentada à Universidade do Minho, Braga, Portugal.

Oliveira, T. (2003) A Adaptação Psicossocial dos pais de crianças com Paralisia Cerebral- Estudo Exploratório. Monografia apresentada à Universidade Fernando Pessoa, Porto, Portugal.

UNESCO. (1994). Necessidades Educativas Especiais: Declaração de Salamanca e enquadramento da ação na área das necessidades educativas especiais. Adaptado pela Conferência Mundial da Unesco sobre necessidades educativas especiais. Edição do Instituto de Inovação Educacional, Lisboa.

.

.

.

.

.

.

.

.

.