Contenido principal del artículo

Genigleide Santos Hora
Pedagoga
Brasil
http://orcid.org/0000-0003-1824-9608
Biografía
Theresinha Guimarães Miranda
Professora associado aposentada da Universidade Federal da Bahia (UFBA), FACED.
Brasil
http://orcid.org/0000-0002-7762-7739
Biografía
Vol. Extr., núm. 11 (2017) - XIV CIG-PP, XIV Congreso Psicopedagogía. Área 11: NECESIDADES EDUCATIVAS ESPECIALES, páginas 235-239
DOI: https://doi.org/10.17979/reipe.2017.0.11.2838
Enviado: jul 17, 2017 Aceptado: dic 13, 2017 Publicado: dic 17, 2017
Derechos de autoría Cómo citar

Resumen

A Inclusão de Alunos com Deficiência Educação básica na uma é mais Ações das Necessárias e requisitadas NA atualidade público Brasileira das Escolas, Alguns embora Profissionais, AINDA, Não estejam devidamente habilitado. Fundada há arcabouço teórico que simbólico Interacionismo Vygotsky e contextualizou sócio-histórico-cultural para dialeticidade das políticas de Formação, tendências e Práticas organizacionais fazer Planejamento pedagógico dá Inclusão, implicação dois envolvidos com Ações guidying da pesquisa de qualitativa e descritiva Abordagem, dados Recolha bem analisado, de dar especialistas entrevista COM Professores Educação especial não em ensino municipal Itabuna / Bahia / Brasil.

Detalles del artículo

Referencias

BRASIL. (1988) Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 5 de outubro de 1988. 2. ed. São Paulo: Javol.

_____. ONU. (1994) Declaração de Salamanca e linha de ação sobre as Necessidades Educativas Especiais Brasília, CORDE.

_____. Lei n.º 9394, de 20 de dezembro de 1996. (2001) Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, Senado Federal, [1999]. Disponível em: http://www.senado.gov.br/legbras/ > Acesso: 12 jun. 2001.

_____. Decreto nº. 3.956, 8 de outubro 2001. Promulga a Convenção Interamericana para Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as Pessoas Portadoras de Deficiência. Guatemala: 2001.

_____. Conselho Nacional de Educação (CNE). (2009) Indicações para subsidiar a construção do Plano Nacional de Educação: 2011-2020. Brasília, DF.

_____. Ministério da Educação. (2009) Fundo Nacional Desenvolvimento da Educação. FUNDEB: Manual Orientação. Brasília: MEC/FND.

BUENO, José Geraldo Silveira. (1993) Educação especial brasileira: integração/segregação do aluno diferente. São Paulo: EDUC (Série Hipótese).

_____. (1999) Crianças com necessidades educativas especiais, política educacional e a formação de professores: generalistas ou especialistas? Rev. Bras. Educ. Espec. v. 3, n. 5, p. 07-25.

CEPAL/UNESCO. (1992) Educación e Conocimiento: ejes da la transformación productiva com equidade. Santiago: Informe Final.

CONTRERAS, Rolando Pinto. (2008) El currículo crítico: una pedagogía transformativa para la educación latinoamericana. 1ª ed. Santiago: Ediciones Universidad Católica Chile.

DÌAZ, Félix. (2011) O processo de aprendizagem e seus transtornos / Félix Dìaz. - Salvador: EDUFBA.

Educação inclusiva, deficiência e contexto social: questões contemporâneas (2009) / Díaz 1.1, Bordas 1.2, Galvão 1.3, Miranda 1.4 (Orgs). Salvador: EDUFBA.

Estudos sobre preconceito e inclusão educacional. (2014) / Luciene Maria da Silva, Jaciete Barbosa dos Santos, Org: prefácio José L. Crochik. – Salvador: EDUFBA.

GONZÁLEZ, José A. (2002) Torres. Educação e diversidade: bases didáticas e organizativas. Trad. Ernani Rosa. Porto Alegre: Artmed.

Inclusão Escolar em foco: organização e funcionamento do Atendimento Educacional Especializado / Enicéia G. Mendes et al (Org.). – São Carlos: Marquezine & Manzini: ABPEE, 2015. 520 p. – (Observatório Nacional Educação Especial ; v. 4).

MACEDO, R. S. (2007) Currículo, diversidade e equidade: luzes para uma educação intercrítica. Salvador: EDUFBA.

_____. (2011) Atos de currículo formação em ato: para compreender, entretecer e problematizar currículo e formação. Ilhéus: Editus.

MENDES, Enicéia Gonçalves. (2010) Projeto de Pesquisa Observatório Nacional de Educação Especial: estudo em rede nacional sobre as salas de recursos multifuncionais nas escolas comuns, Edital Nº 38/2010 CAPES/INEP. Brasília. Disponível: http://www.oneesp.ufscar.br/metodologia. Acesso: 26 mar. 2016.

MIRANDA, Theresinha G. (2005) Desafios da Prática Pedagógica Inclusiva. JESUS, Denise M. de; BAPTISTA, Cláudio R; VICTOR, Sônia Lopes (Orgs). Pesquisa e Educação Especial: mapeando produções. Vitória, ES: Editora EDUFES.

_____. (2016) As múltiplas dimensões da formação docente para uma escola inclusiva: uma reflexão a partir da perspectiva cultural. Revista Entreideias, Salvador, v. 4, n. 1, p. 13-34, jan./jun. 2015. Disponível em: <https://portalseer.ufba.br/index.php/entreideias/issue/view/995>. Acesso em: 19 de dezembro.

ORLANDI E. P. (1999) Análise de Discurso: princípios e procedimentos. Campinas (SP): Pontes.

______. (1996) Interpretação: autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. Petrópolis: Vozes.

PLETSCH, Márcia Denise. (2009) Repensando a inclusão escolar de pessoas com deficiência mental: diretrizes políticas, currículo e práticas pedagógicas / Márcia Denise Pletsch.

PINTO CONTRERAS, Rolando. (2008) El currículo crítico: una pedagogía transformativa para la educación latinonmericana. Chile: Universidad Católica Chile.

SAVIANI, Demerval. (1991) Educação: do senso comum à consciência filosófica. 10ª ed. São Paulo, Cortez.

_____. (2005a) Pedagogia Histórico-Crítica: Primeiras aproximações. Campinas: Autores Associados.

_____. (2005b) Escola e Democracia. 39ª ed. Campinas: Autores Associados.

VYGOTSK, Lev Semiónovich. (2014) Imaginação e criatividade na infância / L. S.Vygotski ; tradução João Pedro Fróis ; revisão técnica e tradução Solange Affeche. – São Paulo : Editora WMF Martins Fontes.

_____. (2009) A construção do pensamento e da linguagem / Lev Semenovich Vygotsky: tradução Paulo Bezerra. 2ª. ed. – São Paulo: Editora WMF Martins Fontes.

_____. (2008) Pensamento e linguagem/L.S. tradução Jefferson Luiz Camargo; revisão técnica José Cipolla Nelo. - 4ª. ed. – São Paulo: Martins Fontes.

_____. (2007) A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores / L.S. Vygotsky; Orgs Michael Cole. [et. al]; tradução Cipolla Neo et al. – 7.ª Ed. – São Paulo: Martins Fontes.

_____. (1997) Fundamentos da defectologia. Madri: Visor. Obras escogidas V.

_____. (1989) Obras completas tomo cinco: Fundamentos de defectologia. Trad. Maria Del Carmen Ponce Fernández. Habana: Pueblo y Educación.

YIN, Robert K. (2005) Estudo de caso: Planejamento e métodos. 3 ed. Porto Alegre: Bookman.