Contenido principal del artículo

Rebeca V. Farias
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB)
Brasil
https://orcid.org/0000-0002-2975-8662
Biografía
Valdiney V. Gouveia
Universidade Federal da Paraíba - UFPB
Brasil
https://orcid.org/0000-0003-2107-5848
Biografía
Leandro S. Almeida
Universidade do Minho
Portugal
https://orcid.org/0000-0002-0651-7014
Biografía
Vol. 9 Núm. 1 (2022), Artículos, páginas 58-75
DOI: https://doi.org/10.17979/reipe.2022.9.1.8830
Enviado: dic 12, 2021 Aceptado: abr 1, 2022 Publicado: jul 1, 2022
Derechos de autoría Cómo citar

Resumen

A compreensão das variáveis que influenciam a adaptação e sucesso dos estudantes da educação superior é fundamental para definição de ações institucionais que favoreçam o sucesso e a permanência acadêmica, em especial dos estudantes de primeiro ano. Neste estudo, analisamos como o coeficiente de rendimento escolar de 715 estudantes do primeiro ano da Educação Superior do Instituto Federal da Paraíba, Brasil, está influenciado por variáveis pessoais, sociais, de adaptação acadêmica, de envolvimento em atividades obrigatórias e em não-obrigatórias dos estudantes. A par das classificações escolares dos estudantes no final do primeiro e do segundo semestre, convertidas no rendimento escolar, e das suas características sociodemográficas, foram aplicadas três escalas ao longo do primeiro ano: escala de satisfação com suporte social, questionário de adaptação ao ensino superior, e escala de envolvimento acadêmico. Os resultados da análise de regressão sugerem que as variáveis quantidade de horas semanais de estudo, sexo, envolvimento do estudante em atividades não-obrigatórias e se trabalha não contribuem de forma estatisticamente significativa para explicar a variância no coeficiente de rendimento dos estudantes. Por outro lado, o fator geral de suporte social, o projeto de carreira, a localização do campus, o envolvimento em atividades obrigatórias e o número de faltas ao longo do ano letivo apresentam um efeito estatisticamente significativo, estando associadas aos níveis de rendimento acadêmico dos estudantes no final do primeiro ano, com variância total explicado do rendimento escolar de 42.6 %.

Detalles del artículo

Referencias

ALMEIDA, Leandro (2019). Ensino superior: Combinando exigências e apoios. In:Leandro Almeida (Ed.). Estudantes do Ensino Superior: Desafios e oportunidades (pp. 17-34). Braga: ADIPSIEDUC.

ALMEIDA, Leandro; MARINHO-ARAUJO, Claisy; AMARAL, Alberto; & DIAS, Diana (2012). Democratização do acesso e do sucesso no ensino superior: Uma reflexão a partir das realidades de Portugal e do Brasil. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior (Campinas), 17(3), 899–920. https://doi.org/10.1590/s1414-40772012000300014

ALMEIDA, Luis; PEREIRA, Marília; OLIVEIRA, Valéria; MAGALHÃES, Letícia; & DOMINGUES, Pâmella (2016). O perfil do acadêmico ingresso de odontologia da Universidade Federal de Juiz de Fora – Governador Valadares: Interfaces entre o conhecimento, a compreensão e a atuação. HU Revista, 42(3), 231–238. https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/2586

ARAÚJO, Alexandra (2017). Sucesso no ensino superior: Uma revisão e conceptualização. Revista de Estudios e Investigación en Psicología y Educación, 4(2), 132–141. https://doi.org/10.17979/reipe.2017.4.2.3207

ARAÚJO, Alexandra; ALMEIDA, Leandro; FERREIRA, Joaquim; SANTOS, Acácia; NORONHA, Ana; & ZANON, Cristian (2014). Questionário de adaptação ao ensino superior (QAES): Construção e validação de um novo questionário. Psicologia, Educação e Cultura, 131–145. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/268148778_Questionario_de_Adaptacao_ao_Ensino_Superior_QAES_Construcao_e_validacao_de_um_novo_questionario

BARDAGI, Marucia; & BOFF, Raquel (2010). Autoconceito, auto-eficácia profissional e comportamento exploratório. Avaliação, 15(1), 41–56. https://doi.org/10.1590/S1414-40772010000100003

BORRACCI, Raúl; PITTALUGA, Roberto; RODRÍGUEZ, Juan; ARRIBALZAGA, Eduardo; CAMARGO, Ricardo; COUTO, Juan; & PROVENZANO, Sergio (2014). Factores asociados con el éxito académico de los estudiantes de medicina de la universidad de Buenos Aires. Medicina (Argentina), 74(6), 451–456. http://www.scielo.org.ar/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0025-76802014000800005&lng=es&nrm=iso&tlng=es

BORUCHOVITCH, Evely (2014). Autorregulação da aprendizagem: Contribuições da psicologia educacional para a formação de professores. Psicologia Escolar e Educacional, 18(3), 401–409. https://doi.org/10.1590/2175-3539/2014/0183759

BRANCO, Uyguaciara (2020). Ensino superior público e privado na Paraíba nos últimos 15 anos: Reflexões sobre o acesso, a permanência e a conclusão. Avaliação: Revista Da Avaliação da Educação Superior (Campinas), 25(1), 52–72. https://doi.org/10.1590/s1414-40772020000100004

BRITES-FERREIRA, José; SECO, Graça; CANASTRA, Fernando; SIMÕES-DIAS, Isabel; & ABREU, Maria (2011). (In)sucesso académico no ensino superior: Conceitos, factores e estratégias de intervenção. Revista Iberoamericana de Educacion Superior, 2(4), 28–40. https://doi.org/10.22201/iisue.20072872e.2011.4.52

BUSHER, Hugh; & JAMES, Nalita (2019) Struggling to become successful learners: Mature students’ early experiences of access to higher education courses. Studies in the Education of Adults. 51(1), 74–88. https://doi.org/10.1080/02660830.2018.1556483

CASANOVA, Joana (2021). O abandono de estudantes do Ensino Superior: Estudo de variáveis pessoais e contextuais (Tese de Doutoramento não publicada). Universidade do Minho. http://hdl.handle.net/1822/72076

CASANOVA, Joana; ARAÚJO, Alexandra; & ALMEIDA, Leandro (2020). Dificuldades na adaptação académica dos estudantes do 1º ano do Ensino Superior. Revista E-Psi, 9(1), 165–181. https://revistaepsi.com/artigo/2020-ano9-volume1-artigo11/

CASANOVA, Joana; BERNARDO, Ana; & ALMEIDA, Leandro (2021). Dificuldades na adaptação académica e intenção de abandono de estudantes do primeiro ano do ensino superior. Revista de Estudios e Investigación en Psicología y Educación, 8(2), 211–228. https://doi.org/10.17979/reipe.2021.8.2.8705

CASANOVA, Joana; GALVE, Celia; BERNARDO, Ana; & ALMEIDA, Leandro (2020). Abandono como proceso progresivo de desvinculación académica. In Ana Bernardo; Ellián Tuero; Leandro Almeida; & José Carlos Núñez (Coords.). Motivos y factores explicativos del abandono de los estudios (pp. 117–129). Madrid: Ediciones Pirámide. https://www.edicionespiramide.es/libro.php?id=6084856

CASIRAGHI, Bruna; ALMEIDA, Leandro; BORUCHOVITCH, Evely; & ARAGÃO, Jorge (2021). Rendimento acadêmico no Ensino Superior: Variáveis pessoais e socioculturais do estudante. Revista Práxis, 12(24), 94-104. https://doi.org/10.47385/praxis.v12.n24.3373

CHIROLEU, Adriana (2013). Higher education opportunities enlargement or democratization?: Four experiences in Latin America. Actualidades Investigativas en Educación, 13(3), 582–604. https://doi.org/10.15517/AIE.V13I3.12028

COSTA, Francisco; BISPO, Marcelo; & PEREIRA, Rita (2018). Dropout and retention of undergraduate students in management: A study at a Brazilian Federal University. RAUSP Management Journal, 53(1), 74–85. https://doi.org/10.1016/j.rauspm.2017.12.007

CRUZ, Carla; NELAS, Paula; CHAVES, Claudio; ALMEIDA, Mariline; & COSTA, Sandra (2016). O suporte social dos estudantes do ensino superior. International Journal of Developmental and Educational Psychology. Revista INFAD de Psicología., 2(1), 81. https://doi.org/10.17060/ijodaep.2016.n1.v2.235

DISETH, Åge; & KOBBELTVEDT, Teresa (2010). Uma análise de mediação de motivos de realização, metas, estratégias de aprendizagem e desempenho acadêmico. British Journal of Educational Psychology, 80 (4), 671-687. https://doi.org/10.1348/000709910X492432

FARIAS, Rebeca; & ALMEIDA, Leandro (2020). Expectativas académicas no ensino superior: Uma revisão sistemática de literatura. Revista E-Psi: Revista Eletrónica de Psicologia, Educação e Saúde, 9(1), 68–93. https://revistaepsi.com/artigo/2020-ano9-volume1-artigo5/

FERNANDES, Francisco; & TABOSA, Wyllys (2018). Instituto Federal: Uma organização composta por organizações. Editora IFRN - Instituto Federal Rio Grande do Norte. https://memoria.ifrn.edu.br/handle/1044/1557

FERRÃO, Maria; & ALMEIDA, Leandro (2019). Differential effect of university entrance score on first-year student’s academic performance in Portugal. Assessment and Evaluation in Higher Education, 44(4), 610-622, https://doi.org/10.1080/02602938.2018.1525602

FIOR, Camila; & MERCURI, Elizabeth (2018). Envolvimento acadêmico no ensino superior e características do estudante. Revista Brasileira de Orientação Profissional, 19(1), 85–95. https://doi.org/10.26707/1984-7270/2019v19n1p85

FIOR, Camila; MERCURI, Elizabeth; & SILVA, Dirceu (2013). Evidências de validade da escala de envolvimento acadêmico para universitários. Avaliaçao Psicologica, 12(1), 81–89. http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-04712013000100011&lng=pt&tlng=pt

GASPAROTTO, Guilherme; BICHELS, Aline; SZEREMETA, Thaynara; VAGETTI, Gislaine; & OLIVEIRA, Valdomiro (2020). High school student’s academic performance associated with psychological aspects, body practices and physical activity. Journal of Physical Education (Maringa), 31(1), 1–12. https://doi.org/10.4025/JPHYSEDUC.V31I1.3137

HEUBLEIN, Ulrich (2014). Student drop-out from German higher education institutions. European Journal of Education, 49(4), 497-513. https://doi.org/10.1111/ejed.12097

HUTCHESON, Graeme D. & SOFRONIOU, Nick (1999). The multivariate social scientist. Londres: SAGE

LOBO, Roberto; & FILHO, Silva (2017). A evasão no ensino superior brasileiro: Novos dados. Instituto Lobo, 1–6. https://doi.org/10.1590/S0100-15742007000300007

MARINHO-ARAUJO, Claisy; & ALMEIDA, Leandro (2020). Mudanças e perspectivas na educação superior: Estudos no Brasil e em Portugal. Educação: Teoria e Prática/ Rio Claro, SP, 30(63). https://doi.org/10.18675/1981-8106.v30.n.63.s14708

MARÔCO, João; CAMPOS, Juliana; VINAGRE, Marias; & PAIS-RIBEIRO, José (2014). Adaptação transcultural Brasil-Portugal da escala de satisfação com suporte social para estudantes do ensino superior. Psicologia: Reflexão e Crítica, 27(12), 247-256. https://doi.org/10.590/1678-7153.201427205

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - BRASIL (2012). Lei no 12.711, de 29 de agosto de 2012. Dispõe sobre o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio e dá outras providências. Brasília.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - BRASIL (2021). Censo da Educação Superior: Sinopse Estatística – 2020. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais | Inep. Disponível em: https://www.gov.br/inep/pt-br/areas-de-atuacao/pesquisas-estatisticas-e-indicadores/censo-da-educacao-superior/resultados

MORAIS, Diogo; SOUZA, Arthur; & CASSONI, Vittoria (2019). Um modelo preditivo de evasão no ensino superior. FTT Journal of Engineering and Business, 1, 50–61. http://journal.ftt.com.br/seer/index.php/FTT/article/view/127

MOURA, Fábio; MANDARINO, Pedro; & SILVA, Sheila (2020). Evasão escolar no ensino superior: Análise quantitativa no curso de licenciatura em física do IFPA Campus Bragança. Revista Brasileira de Ensino de Física, 42, 42–44. https://doi.org/10.1590/1806-9126-rbef-2020-0044

OLIVEIRA-SILVA, George; AREDES, Natália; & GALDINO-JÚNIOR, Hélio (2021). Analysis of the factors related to academic disapproval in the training of nurses: A mixed-method study. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 29, 1-12. https://doi.org/10.1590/1518-8345.4458.3411

PACHECO, Eliezer (2010). Os Institutos Federais: Uma revolução na educação profissional e tecnológica. Editora IFRN - Instituto Federal Rio Grande do Norte. https://memoria.ifrn.edu.br/handle/1044/1013

PATHER, Suberthra; NORODIEN-FATAAR, Nadjwa; CUPIDO, Xena; & MKONTO, Nosisana (2017). First year student’s experience of access and engagement at a university of technology. Journal of Education (University of KwaZulu-Natal), 69, 161–184. https://doi.org/10.17159/2520-9868/i69a07

PINHEIRO, Maria (2003). Uma época especial: Suporte social e vivências académicas na transição e adaptação ao ensino superior. Tese de doutoramento. Universidade de Coimbra. http://hdl.handle.net/10316/988

POLYDORO, Soely (2000). O trancamento de matrícula na trajetoria acadêmica do universitário: Condições de saída e de retorno a instituição. Tese de doutorado. Universidade Estadual de Campinas. https://hdl.handle.net/20.500.12733/1589835

PORTO, Rebeca; & GONÇALVES, Marina (2017). Motivação e envolvimento acadêmico: Um estudo com estudantes universitários. Psicologia Escolar e Educacional, 21(3), 515–522. https://doi.org/10.1590/2175-35392017021311192

QUINTAS, Helena; GONÇALVES, Teresa; RIBEIRO, Miguel; MONTEIRO, Rute; FRAGOSO, António; BAGO, Joana; SANTOS, Lucília; & FONSECA, Henrique (2014). Estudantes adultos no ensino superior: O que os motiva e o que os desafia no regresso à vida académica. Revista Portuguesa de Educação, 27(2), 33. https://doi.org/10.21814/rpe.6245

RIBEIRO, José (1999). Escala de satisfação com o suporte social (ESSS). Análise Psicológica, 3(XVII), 547–558. https://doi.org/10.2307/42966086

RIVERA-MUNOZ, Claudia; BAIK, Chi; & LODGE, Jason (2020). Teacher and student interactions in the first year of university. Journal of Further and Higher Education, 44(8), 1130-1142. https://doi.org/10.1080/0309877X.2019.1664731

RODRÍGUEZ-MUÑIZ, Luis; BERNARDO, Ana; ESTEBAN, María; & DÍAZ, Irene (2019). Dropout and transfer paths: What are the risky profiles when analysing university persistence with machine learning techniques? PLoS ONE, 4(6), 1-20. https://doi.org/10.1371/journal.pone.0218796

SANTOS, Acácia; NORONHA, Ana; ZANON, Cristian; ARAÚJO, Alexandra; & ALMEIDA, Leandro (2016). Estudos psicométricos iniciais do Questionário de Avaliação da Adaptação Acadêmica (QAES) no Brasil. [Relatório técnico não publicado]. Universidade São Francisco/Universidade do Minho

SCHNEIDER, Michael; & PRECKEL, Franzis (2017). Variáveis associadas ao desempenho no ensino superior: Uma revisão sistemática de meta-análises. Psychological Bulletin, 143 (6), 565-600. https://doi.org/10.1037/bul0000098

SILVA, Glauco (2013). Análise de evasão no ensino superior: uma proposta de diagnóstico de seus determinantes. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior (Campinas), 18(2), 311–333. https://doi.org/10.1590/s1414-40772013000200005

SOARES, Adriana; FRANCISCHETTO, Vanuza; DUTRA, Betânia; MIRANDA, Jacqueline; NOGUEIRA, Cátia; LEME, Vanessa; ARAÚJO, Alexandra; & ALMEIDA, Leandro (2014). O impacto das expectativas na adaptação acadêmica dos estudantes no ensino superior. Psico-USF, 19(1), 49–60. https://doi.org/10.1590/S1413-82712014000100006

TIGHT, Malcolm (2019). Student retention and engagement in higher education. Journal of Further and Higher Education, 44(5), 689-704. http://doi.org/10.1080/0309877X.2019.1576860

TINTO, Vicent (2007). Taking student success seriously: Rethinking the first year of college. NACADA Journal, 19(2), 5–9. https://doi.org/10.2307/1176972

TOMÁS, Rita; FERREIRA, Joaquim; ARAÚJO, Alexandra; & ALMEIDA, Leandro (2014). Adaptação pessoal e emocional em contexto universitário: O contributo da personalidade, suporte social e inteligência emocional. Revista Portuguesa de Pedagogia, 48(2), 87–107. https://doi.org/10.14195/1647-8614_48-2_5

VIEIRA-SANTOS, Joene; PRETTE, Almir; PRETTE, Zilda; & ALMEIDA, Leandro (2019). Relação professor-estudante na educação superior: Suporte social e habilidades sociais. Revista de Estudios e Investigación en Psicología y Educación, 6(1), 1–14. https://doi.org/10.17979/reipe.2019.6.1.4596

ZULUAGA, Mary (2016). Factores que influyen en el rendimiento académico del estudiante. Escenarios: Empresa y Territorio, 5(5), 93–118. https://esumer.edu.co/revistas/index.php/escenarios/article/view/66