Contenido principal del artículo

Sandra Filipe
Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti
Portugal
https://orcid.org/0000-0001-8707-1538
Biografía
Brigite Silva
Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti
Portugal
https://orcid.org/0000-0002-3476-7803
Ana Gomes
Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti
Portugal
https://orcid.org/0000-0002-2492-3112
Biografía
Vol. 8 Núm. 1 (2021), Artículos, páginas 57-75
DOI: https://doi.org/10.17979/reipe.2021.8.1.7003
Enviado: sep 27, 2020 Aceptado: abr 1, 2021 Publicado: jul 1, 2021
Derechos de autoría Cómo citar

Resumen

A participação das crianças tem vindo a assumir maior destaque nos discursos educativos. No entanto, a ligação entre discursos e práticas nem sempre é consistente. Este artigo incide, assim, sobre perspetivas e práticas de profissionais de educação relativas à participação da criança no processo de ensino-aprendizagem. Com uma metodologia qualitativa, suportada por entrevistas a quatro educadoras de infância e a cinco professoras do 1.º Ciclo do Ensino Básico, o estudo tem a finalidade de perceber as suas perspetivas sobre a participação da criança, de que modo a consideram na organização do ambiente educativo e que obstáculos encontram a essa participação. Os dados recolhidos evidenciam a importância reconhecida à participação das crianças no contexto educativo, no entanto, verificam-se diferenças nas perspetivas e nas práticas entre os profissionais. As educadoras de infância valorizam a participação através da escuta das suas motivações e necessidades, considerando a criança como sujeito ativo, apesar de pouco explícita a sua concretização. As professoras do 1.º CEB consideram que a participação do aluno consiste sobretudo na colocação de dúvidas e na resposta ao que é solicitado.

Detalles del artículo

Referencias

BAE, Berit (2016). O direito das crianças a participar - desafios nas interações do quotidiano. Da Investigação às Práticas, 6 (1), 7-30. https://doi.org/10.25757/invep.v6i1.107

BERTHELSEN, Donna, & BROWNLEE, Joanne (2005). Respecting children's agency for learning and rights to participation in child care programs. International Journal of Early Childhood, 37, 49-60. https://doi.org/10.1007/BF03168345

CLARK, Alison (2005). Ways of seeing: Using the Mosaic approach to listen to young children's perspective. In Alison Clark, Anne Tine Kjørholt & Peter Moss (Eds.) Beyond Listening: Children's Perspectives on Early Childhood Services (pp. 29–49). Bristol: Policy Press. https://www.sagepub.com/sites/default/files/upm-binaries/43997_9781446207529.pdf

Despacho n.º 6478/2017 de 26 de julho. Diário da República n.º 143/2017, Série II de 2017-07-26. Lisboa. Gabinete do Secretário de Estado da Educação. https://dre.pt/application/conteudo/107752620

ECHEVERRÍA, Beatriz; LÓPEZ-LARROSA, Sílvia; & MENDIRI, Paula (2020). Aplicación de un programa de educación socio-emocional para alumnado de Primaria. Revista de Estudios e Investigación en Psicología y Educación, 7(2), 174-183. https://doi.org/10.17979/reipe.2020.7.2.7101

FERNANDES, Natália (2019). Infância e o Direito à Educação: dos ditos aos interditos. Revista entreideias: educação, cultura e sociedade, 8 (2), 11-26. https://doi.org/10.9771/re.v8i2.28749

GRAHAM, Anne, & FITZGERALD, Robyn (2010). Progressing children’s participation: Exploring the potential of a dialogical turn. Childhood, 17, 343-359. https://doi.org/10.1177/0907568210369219

HOHMANN, Mary, & WEIKART, David (2011). Educar a criança. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

LANSDOWN, Gerison (2010). The realization of children’s participation rights: Critical reflections. In Barry Percy-Smith, & Nigel Thomas (Eds.), A Handbook of Children and Young People’s Participation: Perspectives from Theory and Practice (pp. 11-23). London: Routledge. https://doi.org/10.4324/9780203871072

LANSDOWN, Gerison (2011). Every child’s right to be heard: A resource guide on the UN Committee on the rights of the child general comment No. 12. London: Save the Children UK. Disponível em: https://resourcecentre.savethechildren.net/library/every-childs-right-be-heard-resource-guide-un-committee-rights-child-general-comment-no-12

MäKITALO, Åsa (2016). On the notion of agency in studies of interaction and learning. Learning, Culture and Social Interaction, 10, 64–67. https://doi.org/10.1016/j.lcsi.2016.07.003

MASCADRI, Julia; BROWNLEE, Joanne LUNN; JOHANSSON, Eva; SCHOLES, Laura; WALKER, Sue; & BERTHELSEN, Donna (2021). Children’s perspectives on why and when teachers listen to their ideas: Exploring opportunities for participation in the early years of school. International Journal of Educational Research, 107. https://doi.org/10.1016/j.ijer.2021.101747

MORAES, Bianca Mota de; MOURAZ, Ana; & COSME, Ariana (2017). A participação dos alunos nos projetos de melhoria das escolas. Revista de Estudios e Investigación en Psicología y Educación, (05), 316-321. https://doi.org/10.17979/reipe.2017.0.05.2824

O’KANE, Claire (2013). Children’s participation in the analysis, planning and design of programmes: A guide for Save the Children staff. London: The Save the Children Fund. https://resourcecentre.savethechildren.net/node/7768/pdf/children_participation_in_programming_cycle.pdf

OLIVEIRA-FORMOSINHO, Júlia, & FORMOSINHO, João (2013). Pedagogia-em-Participação: A perspectiva educativa da associação da criança. Porto: Porto Editora.

OLIVEIRA-FORMOSINHO, Júlia, & GÂMBOA, Rosário (orgs.). (2011). O trabalho de projeto na pedagogia-em-participação. Porto: Porto Editora.

SARMENTO, Manuel; FERNANDES, Natália; & TOMÁS, Catarina (2019). Figuras da criança na sociologia da infância em Portugal. Sociedad e Infancias, 1, 39-59. https://doi.org/10.5209/SOCI.56363

SHERIDAN, Sonja, & SAMUELSSON, Ingrid Pramling (2001). Children’s conceptions of participation and influence in preschool. Contemporary Issues in Early Childhood, 2, 164–94. https://doi.org/10.2304%2Fciec.2001.2.2.4

SILVA, Brigite, & CRAVEIRO, Clara (2014). O portefólio como estratégia de avaliação das aprendizagens na educação de infância: Considerações sobre a sua prática. Revista Zero-a-Seis, 29, 33–53. https://doi.org/10.5007/1980-4512.2014n29p33

SOUSA, Joana, LOIZOU, Eleni, & FOCHI, Paulo (2019). Participatory pedagogies: Instituting children’s rights in day to day pedagogic development. European Early Childhood Education Research Journal, 27, 299-304. https://doi.org/10.1080/1350293X.2019.1608116

TOMÁS, Catarina (2007). Participação não tem idade: Participação das crianças e cidadania da infância. Contextos & Educação, 22, 45-68. https://doi.org/10.21527/2179-1309.2007.78.45-68

UNICEF (1989). Convenção sobre os direitos da criança. Disponível em: https://www.unicef.pt/actualidade/publicacoes/0-a-convencao-sobre-os-direitos-da-crianca/

VASCONCELOS, Teresa (2015). Do discurso da criança “no” centro à centralidade da criança na comunidade. Investigar em Educação, II, 4, 25-42. http://pages.ie.uminho.pt/inved/index.php/ie/article/view/96

VEIGA, Renata, & FERREIRA, Manuela (2017). Entre as práticas pedagógicas e as culturas infantis: contributo para a compreensão da participação das crianças em um Jardim de Infância. Cadernos de Estudos Sociais, 32 (2), 11-29. https://periodicos.fundaj.gov.br/CAD/article/view/1695