Criação e exploração de atividades interativas multimédia com um aluno portador do Síndrome de Down

  • Gustavo Carvalho
  • Manuel Meirinhos Instituto Politécnico de Bragança - Escola Superior de Educação

Resumen

Este estudo foca-se na criação de atividades interativas multimédia para um aluno com necessidades educativas especiais, de 14 anos e portador do Síndrome de Down. As Tecnologias de comunicação multimédia podem revelar-se elementos de amplificação das capacidades humanas e um instrumento facilitador da aprendizagem, pelo recurso à integração dos vários sentidos na aprendizagem. Neste trabalho de investigação procurou-se construir um ambiente de aprendizagem multimédia diferenciado e individualizado, indo de encontro às características e necessidades do aluno. O aluno foi também envolvido no processo, pois para a criação das atividades multimédia, ele participava na criação de imagens, fazem fotografias com máquina fotográfica digital e gravação de áudio digita, onde ele gravava coma sua voz. Para a criação de atividades interativas multimédia foi utilizado o programa Edilim. A metodologia julgada mais conveniente foi a metodologia de estudo de caso com investigador participante. Pata além do investigador colaboraram também na investigação a coordenadora de educação especial do agrupamento da escola onde foi realizada a investigação e a professora de educação especial do aluno. Também foram envolvidos os pais, que julgaram muito conveniente o trabalho a realizar com o seu filho. A investigação teve como objetivo amplo compreender como a criação e exploração de recursos multimédia, por uma criança da síndrome de Dawn, contribui para facilitar a sua aprendizagem em contexto escolar. A partir do objetivo geral definimos vários objetivos específicos que nos permitiram determinar a consecução do objetivo geral, relacionados coma criação de recursos multimédia necessários para a realização das atividades, a verificação da empatia e a motivação do aluno com a aprendizagem, a aquisição de conhecimentos e sua aplicação em outros contextos. Para a recolha de informação foram utilizadas fontes documentais existentes no processo do aluno, entrevista semiestruturada com a coordenadora da educação especial e a professora do aluno, entrevista aos pais da criança, diário e grelhas para registo de observações. O estudo mostra que o aluno conseguiu ser agente da sua própria aprendizagem. Verificamos que através da criação e exploração das atividades interativas multimédia, adquiriu conhecimentos de uma forma autónoma, com motivação, com muita empatia e quase sem dificuldade. Foi um trabalho que incrementou a relação aluno-escola-família. A satisfação do aluno, o envolvimento e divulgação que fazia do trabalho desenvolvido e gravado em CD, junto de professores e familiares, foi uma vitória.
Publicados
2015-12-11
Cómo citar
Carvalho, G., & Meirinhos, M. (2015). Criação e exploração de atividades interativas multimédia com um aluno portador do Síndrome de Down. Revista De Estudios E Investigación En Psicología Y Educación, (11), 068-072. https://doi.org/10.17979/reipe.2015.0.11.410
Sección
XIII Congreso Internacional G-P de Psicopedagogía. Área 11: NECESIDADES EDUCATIVAS ESPECIALES