Natureza, sentidos e integración: caso do estudo do centro Hellen Keller

Palabras chave natureza, sentidos, educación integrada, historia da deficiencia, cegueira

Resumo

O foco do meu presente estudo incide no Centro Helen Keller, uma escola privada portuguesa fundada em 1955 com o objetivo de integrar alunos com diversas características de visão, nomeadamente crianças cegas, com baixa visão e normovisuais. Integrada num parque natural de Lisboa com 1012 hectares, esta escola dispõe de uma situação privilegiada para assimilar a natureza na sua potência de educação e convívio a tão diverso corpo discente. Do ponto de vista neurológico, a diversidade sensorial presente é assim desenvolvida pela variedade de estímulos existentes na natureza envolvente, disponíveis para aproveitamento de aprendizagem é o meu principal interesse, para tal acompanhando a história e circunstâncias desta escola integrada, de inspiração Freinet, até aos nossos dias, em que valores como a Ecologia são parte do seu quotidiano.

Publicado
2019-07-04
Como citar
Romeiras Amado, M. (2019). Natureza, sentidos e integración: caso do estudo do centro Hellen Keller. Sarmiento. Revista Galego-Portuguesa De Historia Da Educación, 22, 13-36. https://doi.org/10.17979/srgphe.2018.22.0.5473
Sección
Monografía. Natureza e educación