O potencial do scratch no ensino – aprendizagem da geometria

Rui João Teles Silva Ramalho, Ana Ventura

Resumen


A integração gradual e crescente das TIC no currículo de Matemática tem provocado mudanças que exigem abordagens complexas e integradoras. Deste modo, pretendeu-se estudar o potencial da utilização da linguagem de programação, Scratch, no ensino da geometria, de forma a intensificar a abstração necessária à compreensão das propriedades das figuras geométricas. O foco da investigação passa pelo reconhecimento das características dos polígonos regulares, no que concerne ao número de lados e à amplitude dos ângulos. A manipulação da ferramenta educativa, Scratch, permitiu uma melhor compreensão dos conteúdos, potenciando o pensamento computacional.


Palabras clave


geometria; educação básica; programação; Scratch; pensamento computacional

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: https://doi.org/10.17979/reipe.2017.0.13.2666

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Licencia Creative Commons

Esta revista es continuación de: Revista Galego-Portuguesa de Psicoloxía e Educación (años 1997-2013) - ISSN: 1138-1663.