O Método de Paulo Freire na Educação Ambiental com o uso de aplicativo de informática para dispositivos móveis

  • Osilene dos S. Rocha Instituto Federal de Educação e Tecnologia do Ceará
  • M. A. da Silva Instituto Federal de Educação e Tecnologia do Ceará
  • M. Lopes Universidade de Aveiro
Palabras chave Método de Paulo Freire, Educação Ambiental, Aplicativo de Informática, Dispositivo Móvel.

Resumo

A problemática ambiental relaciona-se ao comportamento humano, demonstrado na falta de consciência necessária à preservação da natureza. O trabalho tem como objetivo central verificar a viabilidade do Método de Paulo Freire na prática de ensino-aprendizado da educação ambiental, mediante o uso de aplicativo de informática, em dispositivos móveis, visando à conscientização sobre a questão da preservação ambiental. A pesquisa, de natureza qualitativa, utilizou o estudo de caso. A investigação fundamentou-se no Método de Paulo Freire, considerando o princípio da dialogicidade do ato educativo. A metodología, desenvolvidamediante a análise das práticas pedagógicas realizadas em escola do Ensino Fundamental, utilizou como instrumento pedagógico jogos informatizados. A investigação baseou-se no principio da dialogicidade do ato educativo de Paulo Freire. Os resultados parciais constataram as afirmações de Rabelo (2011) e Silva (2007) ao afirmarem que o uso pedagógico de software, integrado às dimensões dialógicas dos conhecimentos adquiridos, por meio dos círculos de cultura, gera a socialização dos alunos,transformando as concepções dos educandos, sobre o meio ambiente. Com base nos resultados, esta pesquisa propõe ao processo educativo o método de ensino Freiriano, integrado ao uso de aplicativos para dispositivos móveis, sinalizando para uma educação renovada e alinhada aos novos contextos sociais.

Citas

DIEGUES, A.C.S. (1992), Desenvolvimento sustentável ou sociedades sustentáveis - da crítica dos modelos aos novos paradigmas, v. 6(1/2): n. 22– 9, p.29S. Paulo em Perspec.

FIGUEIREDO, J. (2003), Educação Ambiental Dialógica e Representações Sociais da Água em Cultura Sertaneja Nordestina: uma contribuição à consciência ambiental em Irauçuba-CE (Brasil). Tese (Doutorado em Ciências Biológicas/Ecologia/Educação Ambiental) Universidade Federal de São Carlos - UFSCar, São Carlo, p. 348. São Carlos, SP.

FREIRE, Paulo (1982), Pedagogia do oprimido. 11. ed., p. 107, Rio de Janeiro: Paz e Terra.

FREIRE, Paulo (1987), Pedagogia do oprimido. O mundo hoje, 17. ed. v. 21, p.110, Rio de Janeiro: Paz e Terra.

FREIRE, Paulo (1996). Pedagogia da Autonomia: Saberes necessários à prática educativa. p 28. (São Paulo, SP: Paz e Terra. (Coleção Leitura).

PORTILHO, F. (2005), Sustentabilidade Ambiental, Consumo e Cidadania. 255p. São Paulo, Cortez Editora.

RIBEIRO, L. O. M. et al. (2006), Modificações em jogos digitais e seu uso potencial como tecnologia educacional para o ensino de engenharia. Revista Novas Tecnologias na Educação, v. 4, n. 1, p.11, Porto Alegre: UFRGS.

ROCHA, L. A. G.; CRUZ, F. de M.; LEÃO, A. L. (2015), Aplicativo para educação ambiental. Fórum Ambiental da Alta Paulista. Periódico eletrônico. Educação Ambiental, vol. 11, n. 11, p. 4.

SANTOS, G. O. (2016), Resíduos sólidos e Aterros sanitários: em busca de um novo olhar. 80p. Recife.

SODRÉ, M. N. R.; HORA, N. N. (2014), Interface entre Educação, Ambiente e Tecnologia: Articulação na Formação de Professor. Revista Renote - Novas Tecnologias na Educação, v. 12, n. 2, p. 1-10, Porto Alegre.

Silva de Mello, Soraia e Rachel Trajber (Coordenação). Vamos cuidar do Brasil: conceitos e práticas em educação ambiental na escola / (2007). Brasília: Ministério da Educação, Coordenação Geral de Educação Ambiental: Ministério do Meio Ambiente, Departamento de Educação Ambiental: UNESCO.

Publicado
2018-03-16
Como citar
dos S. Rocha, O., da Silva, M. A., & Lopes, M. (2018). O Método de Paulo Freire na Educação Ambiental com o uso de aplicativo de informática para dispositivos móveis. AmbientalMENTEsustentable, 23-24(1), 371-385. https://doi.org/10.17979/ams.2017.01.023-024.3390