A Educação Ambiental na Comunidade Rural de Ekovongo-Bié/Angola

  • José Capitango Instituto Superior de Ciências da Educação-ISCED
Palabras chave Educação Ambiental, comunidade rural.

Resumo

Ekovongo é uma comunidade rural, cuja população constrói as suas vivências numa estreita relação com a terra e demais elementos que habitam a natureza. Nas últimas décadas Ekovongo tem registado uma degradação acelerada do meio ambiente causada principalmente pela exploração desregrada de florestas, levada a cabo pelos produtores de carvão vegetal, para a sua comercialização, cujos efeitos se repercutem no empobrecimento dos solos, e, por conseguinte, na baixa produtividade agrícola. No âmbito da investigação sob o tema “Educação e Desenvolvimento nas Comunidades Ovimbundu de Angola: Estudo Etnográfico da Comunidade de Ombala Ekovongo/Bié”, inserido no Programa de Doutoramento ainda em curso na Universidade de Santiago de Compostela, destacou-se entre vários objetivos o de preservar a cultura local e o meio ambiente. O presente artigo objetiva, por um lado analisar a problemática ambiental em seus aspetos mais comuns, por outro, identificar os problemas ambientais que a comunidade enfrenta atualmente e os saberes tradicionais que orientam a relação entre comunários e outros seres da natureza, enquanto fatores de desenvolvimento, que na essência conformam as representações sociais dos habitantes de Ekovongo em torno da problemática ambiental.

Citas

BELCHIOR, Germana Parente Neiva; VIANA, Isna Chaves, (2016): Sustentabilidade e meio ambiente: reflexões sob o olhar da complexidade, AREL FAAR, Ariquemes, RO nº 1, Vol. 4, pp. 72-99.

FERREIRA, Fabíola; BOMFIM, Zulmira Aurea Cruz, (2010): Sustentabilidade ambiental: visão antropocêntrica ou biocêntrica?, ambientalMENTEsustentable, ano v, nº9-10 Vol. I, pp. 37-51.

GOMES, Carla Amado, (2013): O desafio da proteção do ambiente em Angola, Sciencia jurídica, 331, pp. 33.

LANA, Zilda Maria de oliveira, (2015): A educação ambiental diante da problemática socioambiental na ideologia capitalista, Revista monografias Ambientais (REMOA), nº 1, pp. 106-114

MATTA, Carolina Rodrigues da; SCHMITD, Elizabeth Brandão, (2014): O paradigma da sustentabilidade: o que pensam pesquisadores em educação ambiental sobre as sociedades sustentáveis?, Conjectura Filos. Educ., nº 2, pp. 108-119

MINUA, (2006): Relatório do estado geral do ambiente em Angola. Ministério do Urbanismo e Ambiente. http://www.portalangop.co.ao/motix/pt pt/notícias /ambiente/2011/3/14/Ministerio-quer-publicar-segundo-relatorio-estado-geral-ambiente-pais, 83001e5a-e861-42e-6-aed-4b7e9ffdffa9. Html

MORALES, Angélica Gois Muller, (2009): Processo de institucionalização da Educação ambiental: tendências, correntes e concepções, Pesquisa em Educação ambiental, nº 1, pp. 159-175

RAYNAUT, Claude; ZANONI, Magda, (1993): La construction de l’interdisciplinarité et formation integrée de l’environnement et du developpement. Paris: UNESCO (document prepare pour la réunion sur les modalités de travail de Chaires UNESCO du developpement durable, Curitiba, 1-4 Juillet. www.unesdoc.unesco.org/images/0009/000967/096732fb.pdf

SANTOS, Elizabeth da Conceição, (2000): Educação ambiental e ensino de Ciências: A transversalidade e a mudança de paradigma. VII Encontro Nacional de pesquisa em educação em ciências (Enpec). Brasil. Florianápolis. http://www.posgrad.fae.ufmg.br/posgrad/viienpec/pdf/736.pdf

SAUVÉ, Lucie, (2010): Educación cientifica y educación ambiental: un cruce Fecundo. Canada. Montreal. https://edisciplinas.usp.br/mod/resource/view.php?id=1392478

SILVA, Rosana Louro Ferreira da; CAMPINA, Nilva Nunes, (2011): Concepções de educação ambiental na mídia e em práticas escolares: contribuições de uma tipologia”, Pesquisa em educação ambiental, nº 1, vol. 6, pp. 29-46

SILVA, Edcleide Maria da; SILVA, Thaysa Daniella Lira da, (2016): Desenvolvimento sustentavel: uma abordagem sob a perspetiva da teoria do pensamento complexo. IX Congresso Virtual Brasileiro de Administração. convibra.com.br/dwp.asp?id=3652&ev=25

SILVA, Irineia de Fátima, (2011): Preservação e conservação da reserva legal. Monografia UNIPAC Barcena. www.unipac.br/site/bb/tcc/tcc-4adeaa-31434387159901815fa861a.pdf

Publicado
2018-03-16
Como citar
Capitango, J. (2018). A Educação Ambiental na Comunidade Rural de Ekovongo-Bié/Angola. AmbientalMENTEsustentable, 23-24(1), 349-370. https://doi.org/10.17979/ams.2017.01.023-024.3389