O papel primordial dos percursos exploratórios na Educação Ambiental– CMIA de Vila do Conde

  • Ana Laranja Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental de Vila de Conde. Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental. Universidade do Porto
  • Silva Morim Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental de Vila de Conde. Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental.
  • Rosana M. Afonso Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental de Vila de Conde. Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental.
Palabras chave Percursos Exploratórios, Educação Ambiental, Mobilização do Público, Ciência Cidadã, Literacia Científica.

Resumo

Um dos principais objetivos do CMIA de Vila do Conde é a monitorização de descritores ambientais e consequentemente a divulgação dos valores, recursos e problemáticas ambientais. As atividades com maior sucesso entre os nossos visitantes são os percursos exploratórios que nos permite dar a conhecer inúmeras espécies e promover alterações de comportamento junto de diferentes faixas etárias que vão desde o pré-escolar até à idade adulta. No decorrer destes percursos, são preenchidas folhas de registo onde cada participante assinala as diferentes espécies que visualiza ao longo do percurso, são descritas algumas curiosidades sobre essas mesmas espécies encontradas e posteriormente a equipa do CMIA lança na plataforma do BioDiversity4all – Biodiversidade para todos, as espécies encontradas em cada grupo. Desenvolveu-se um estudo realizado aos participantes destes percursos, onde verificamos que estas atividades permitiram estimular, motivar e explicar ao público que nos visita que de uma forma lúdica todos podem contribuir diretamente para o levantamento da biodiversidade, contribuindo eficazmente para a conservação da biodiversidade e do meio ambiente que os rodeia.

Citas

Afonso, R.; Ramos, C.; Laranja, A.; Morim, S. & Mucha, A.P. (2015):”Educação Ambiental, Como alcançar o público? Conhecer para mudar – CMIA de Vila do Conde.”, em AmbientalmenteSustentable, 20, 553-569.

CMMAD (1987). Nuestro futuro común. Alianza Editorial, Madrid.

European Citizen Science Association (2015). “Dez princípios da ciência cidadã.” Lisboa, Portugal.

Mazzarino, J., Polis, E. e Farias, A. (2010): “Comunicação para Educação Ambiental e metodologia participativa: percursos exploratórios” em Caderno pedagógico Lajeado, 7, 9-20.

Thompson, S. and Bonney, R. (2007): “Evaluation the impacts of participation in an online citizen science project: A mixed-methods approach.”, em Museums and the web, Toronto, Canada.

Publicado
2018-03-16
Como citar
Laranja, A., Morim, S., & Afonso, R. M. (2018). O papel primordial dos percursos exploratórios na Educação Ambiental– CMIA de Vila do Conde. AmbientalMENTEsustentable, 23-24(1), 193-198. https://doi.org/10.17979/ams.2017.01.023-024.3375