Capacitação local e processos adaptativos. O lugar dos professores no projeto ClimAdaPT.Local

  • João Guerra ICS-Universidade de Lisboa
  • Luísa Schmidt ICS-Universidade de Lisboa
Palabras chave Alterações Climáticas, Comunidades Locais, Participação, Educação Ambiental.

Resumo

Assumindo como pressuposto o papel estratégico dos municípios, das comunidades locais e da educação ambiental no esforço conjunto de resposta às alterações climáticas, o projeto ClimAdaPT.Local teve como objetivo a elaboração de Estratégias Municipais de Adaptação às Alterações Climáticas e a sua integração no planeamento municipal. Pretendeu-se alcançar este objetivo através do desenvolvimento de ferramentas e metodologias de implementação que incluíram o envolvimento do corpo técnico autárquico de 26 municípios e, ainda a participação e a capacitação das comunidades locais. Estes últimos aspetos surgiram como condição sine qua non para se alcançarem as metas prede nidas e para criar novas oportunidades de transformação individual e social que potenciassem a resiliência local e global. Para tal, contou-se, entre outros atores, com a mobilização dos professores, a sua experiencia formativa e a sua capacidade pedagógica para promover os processos de re exão individual e coletiva. Centrando-se nos resultados de um inquérito por questionário, este capítulo irá descrever algumas conclusões de uma análise comparativa que postula a mais- valia acrescentada pelos professores no processo de mobilização da comunidade e confronta as suas posturas, capacidades e predisposições com as de outros atores igualmente mobilizados para a adaptação e defesa ambiental.

Citas

Anderson, Allison (2012): “Climate Change Education for Mitigation and Adaptation”, em, Journal of Education for Sustainable Development, 6 (2): 191–206.

Campos, Inês, Guerra, João, Ferreira, José, Schmidt, Luísa, Alves, Filipe, Vizinho, André, Penha-Lopes, Gil (2017): “Understanding climate change policy and action in Portuguese municipalities: A survey”, em, Land Use Policy, 62: 68-78.

Caride, José Antonio e Meira, Pablo Angel (2001). Educación ambiental y desarrollo humano. Barcelona: Editorial Ariel

Garcia, Ernest, Martinez-Iglesias, Mercedes, Kirby, Peadar (Eds.) (2017). Transitioning to a Post-Carbon Society: Degrowth, Austerity and Wellbeing. Londres: Palgrave Macmillan.

Gonçalves, Ana, Guerra, João (2007). Do ensino experimental da ciência à cidadania ambiental: o caso EuroLifeNet. In I Congreso Internacional de Educación Ambiental dos Países Lusófonos e Galicia: Comunicacións. A Coruña: Centro de Extensión Universitaria e Divulgación Ambiental de Galicia.

Gonçalves, Ana, Guerra, João, Schmidt, Luísa (2007). EuroLifeNet: Análise Sociológica dos Impactos nos Valores e nas Atitudes Sociais dos Estudantes sobre a Poluição do Ar. Lisboa: Observa/Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa.

Guerra, João (2009): “Sustentabilidade e participação. O papel dos executivos municipais no envolvimento das populações”, em, Espacio Abierto - Cuaderno Venezolano de Sociología, 18 (4): 605-625.

Guerra, João, Travassos, David (2017): Inquérito aos municípios beneficiários do projeto ClimadaPT.Local – relatório global final. Lisboa, ICS-ULisboa/FCUL.

Jackson, Tim (2009): Prosperity without growth: economics for a finite planet. London, Earthscan.

Pardellas Santiago, Miguel, Meira Cartea, Pablo, Iglesias da Cunha, Lucía (2017). El movimiento de las Comunidades en Transición e la Educación Ambiental. In Arto Blanco, Mónica, Meira Cartea, Pablo (coords.). RESCLIMA: Aproximación ás Claves Sociais e Educativas do Cambio Climático. Ferrol: Aldine Editorial, 47-52.

Plass, Gilbert N. (1956): “The carbon dioxide theory of climatic change”, em, Tellus, 8 (2): 140-154.

Roberts, Simon (2012): “The role of local authorities in galvanizing action to tackle climate change: a practitioner’s perspective”, em, Peters, Michael, Fudge, Shane, Jackson, Tim (orgs.), Low Carbon Communities − Imaginative Approaches to Combating Climate Change Locally. Cheltenham, Edward Elgar: 75-88.

Schmidt, Luísa e Guerra, João (2013): “Do Ambiente ao Desenvolvimento Sustentável – Contextos e Protagonistas da Educação Ambiental em Portugal”, em, Revista Lusófona de Educação, 25: 193-211.

Schmidt, Luísa, Ferrão, João, Guerra, João, Mourato, João, Alves, Adriana, Baixinho, Alexandra, Ferreira, José (2015): “Adaptação às Alterações Climáticas nos municípios: um processo de aprendizagem social”, em, Ferrão, João e Horta, Ana (orgs.). Ambiente, Território e Sociedade – Novas Agendas de Investigação. Lisboa, Imprensa de Ciências Sociais: 125-131.

Schmidt, Luísa, Nave, Joaquim Gil, Guerra, João (2010): Educação Ambiental: Balanço e perspetivas para uma agenda mais sustentável. Lisboa, Imprensa de Ciências Sociais.

Schmidt, Luísa, Nave, Joaquim Gil, O` Riordan, Tim, Guerra, João (2011): “Trends and dilemmas of environmental education in Portugal: retaining an old agenda in the face of new opportunities” em, Journal of Environmental Policy and Planning, 13 (2): 1–19.

Schmidt, Luísa, Delicado, Ana (2014). Alterações Climáticas na Opinião Pública. In Schmidt, Luísa, Delicado, Ana (orgs.). Ambiente, Alterações Climáticas, Alimentação e Energia – A opinião dos portugueses. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais: 113-144.

Publicado
2018-03-16
Como citar
Guerra, J., & Schmidt, L. (2018). Capacitação local e processos adaptativos. O lugar dos professores no projeto ClimAdaPT.Local. AmbientalMENTEsustentable, 23-24(1), 63-73. https://doi.org/10.17979/ams.2017.01.023-024.3366